Opinião

Billy Graham alerta cristãos que não vão à igreja: "Deixam de servir com os irmãos"

O evangelista destacou como a comunhão pode contribuir para o fortalecimento da fé dos cristãos.

05 Dezembro 2017

Billy Graham alerta cristãos que não vão à igreja: "Deixam de servir com os irmãos"

O Rev. Billy Graham disse que, embora seja muito bom poder acompanhar os cultos da igreja pela televisão ou online - particularmente para aqueles que estão doentes ou já são muito idosos - é preferível comparecer pessoalmente, pois é importante se envolver com uma comunidade centrada em Cristo .

O evangelista de 99 anos compartilhou seus pensamentos sobre o assunto em uma recente sessão de perguntas e respostas publicada regularmente no site da Associação Evangelística Billy Graham.

Em seu questionamento, o leitor afirma que se sente como uma "pessoa independente" e simplesmente não se enxerga participando de um culto em uma igreja ou até mesmo se filiando como membro de uma.

"Eu sou reconhecidamente uma pessoa bastante independente, e simplesmente não consigo me ver junto a uma igreja", disse o leitor. "Eu quero ser livre para administrar minha própria vida e definir minha própria agenda. E de qualquer forma, se eu quiser, sempre posso assistir a um culto pela televisão. O que há de errado em fazer isso?".

Graham disse que ele se sente "grato" pelo fato de muitas igrejas hoje transmitirem seus cultos ao vivo e depois disponibilizarem as gravações através do rádio, televisão ou pela internet.

"Como resultado, as pessoas que não podem mais ir à sua igreja por causa de doença ou idade avançada ainda podem acompanhar o ministério do qual fazem parte", disse ele. "É certo que eles perdem a oportunidade de ver seus amigos ou se familiarizar com pessoas novas - mas ainda pode ser uma grande ajuda espiritual para eles".

No entanto, o pastor batista assinalou que o problema do leitor realmente não parece ser relacionado à idade avançada ou doença.

"Espero que você pare e considere qual seu problema realmente é", disse ele. "Sim, todos nós temos personalidades diferentes, e talvez você tenha um espírito mais independente que a maioria. Mas não use isso como uma desculpa para ignorar Deus ou mantê-lo longe (por assim dizer) de você. Francamente, quase nada é mais espiritualmente perigoso do que seu comentário, que você quer comandar sua própria vida, o que significa que você não quer dar espaço para Deus ".

Em outras palavras, Graham disse, o problema que o leitor enfrenta não é apenas a igreja.

"O problema que você enfrenta é Jesus Cristo, e que lugar Ele deveria ter em sua vida", afirmou. "Ele deixou a glória do Céu por uma razão: para que possamos ser perdoados e salvos. Ele fez isso sacrificando Sua vida por nós na cruz. Deus ama muito você!".

Anteriormente, Graham apontou que quando um indivíduo observa um serviço da igreja on-line, eles perdem uma série de benefícios.

"Primeiro, você perderá a oportunidade de fazer parte da congregação - cantar com os outros, dar mais de você à obra de Deus e, especialmente, conhecer outros crentes e aprender com eles", escreveu Graham. "Mas você também pode perder a oportunidade de servir a Deus ao lado de seus irmãos em Cristo".

Graham destacou que ir à igreja também não significa ficar preso dentro de suas quatro paredes, mas sim se fortalecer para fazer a diferença fora dela.

"Uma igreja vital não é apenas uma visão interior, mas também um corpo que olha para fora e procura servir aos outros em nome de Jesus", disse.

Em um artigo de 2015 para o Christianity Today, Ed Stetzer, autor, palestrante e diretor executivo da LifeWay Research Division, disse que, embora seja crucial que as igrejas tenham uma presença on-line - especialmente porque 72% dos adultos on-line usam redes sociais - isto deveria aumentar - e não substituir - a presença pessoal dos fiéis nos cultos.

"A Igreja on-line pode ser um alcance válido se a igreja deixar claro que a expressão normal da intenção e do design de Deus é que nos reunamos em adoração com as pessoas e depois nos dispersemos pelo trabalho de missão no Reino", argumentou. "Um bom equilíbrio poderia ser que as igrejas dissessem sobre seus cultos online: 'Nós estaremos lá somente se você não puder estar aqui".

"Idealmente, as igrejas terão uma presença on-line, mas incentivarão fortemente a interação pessoal onde as mídias sociais podem melhorar e não simplesmente aumentar as desculpas", continuou Stetzer. "Esta pode ser mais uma ferramenta que nós temos para apresentar Jesus Cristo e a Sua igreja às pessoas. Não vai desaparecer em breve, então não podemos simplesmente ignorá-la. Em vez disso, precisamos aprender a usá-la para a glória de Deus. não, nos tornamos cada vez mais irrelevantes em um mundo formado pela internet.

Com informações: Guia- me




Música

Veja as 15 músicas gospel mais tocadas em 2017

01 Dezembro 2017
De volta

Leonardo Gonçalves está de volta a música gospel

30 Novembro 2017

Loja ToNoGospel


Revista ed. 01

Revista ed. 01 R$ 12,90
ou em R$ 12,90

Revista ed. 2

Revista ed. 2 R$ 12,90
ou em R$ 12,90

Maravilhosa Graça

Maravilhosa Graça R$ 35,00
ou em R$ 35,00

CD - Ton Carfi - Somos Um

CD - Ton Carfi - Somos Um R$ 27,00
ou em R$ 27,00