IDE

Mulheres vão a clubes de striptease para evangelizar prostitutas:

Um grupo formado por esposas de pastores se uniu para levar a Palavra de Deus às prostitutas.

27 Novembro 2017

Mulheres vão a clubes de striptease para evangelizar prostitutas:

Anna McCarthy é uma escritora e palestrante cristã. Ela tem paixão por ministrar às pessoas, especialmente as que estão na pior. Recentemente ela foi pega de surpresa quando um grupo de esposas de pastor a convidou para ir a um clube de striptease. Em um artigo inspirador para o site Faith It, ela descreve algumas das saídas e como ela se sentiu diferente fora de sua zonas de conforto.

"Estas não eram apenas esposas de pastores, elas tiveram uma visão. Uma visão que ansiava em amar as mulheres que a sociedade tinha deixado à margem. Isso me lembrou muito sobre Jesus. Então, eu estive junta com elas", explicou Anna. O grupo de esposas planejava visitar clubes de striptease uma vez por mês para entregar refeições e cestas de presente. Anna aceitou seu convite com um pouco de apreensão.

Quando o grupo chegou ao primeiro clube e foi escoltado pelo guarda para o vestiário das dançarinas, Anna ficou chocada com o que viu, mas não pelas razões que todos esperam: "Essas garotas, essas lindas garotas, eram então normais. Eu conversei com uma em particular, ela me lembrou qualquer jovem mãe na qual eu falasse na escola. Tirando o fato de que ela não tinha muita roupa, tentei não me concentrar nisso", ressaltou.

Situações estranhas

Com honestidade, Anna diz que "se você vai andar com Jesus, você vai se deparar com situações muito estranhas. E se você não tem senso de humor, você pode ficar apreensivo". Além de um senso de humor, ela descreve que, se você quer realmente servir os desobedientes e alcançá-los com o Evangelho, você vai precisar superar preconceitos contra ‘cobradores de impostos e pecadores’”, colocou ela.

Embora ela não sugira fazer de bares ou clubes de striptease suas noites, Anna descreve que existe uma bolha onde os cristãos acabam se fechando contra lugares como esse. "Essas pessoas eram pagãs e faziam todo tipo de coisas pecaminosas e vergonhosas", pontuou.

Anna McCarthy é escritora e acompanhou o grupo a convite de uma das esposas de pastor. (Foto: Reprodução).

Mas neste lugar pecaminoso, Anna McCarthy conheceu mulheres reais. Mulheres jovens e com muitos problemas, “que tinham histórias, provavelmente muito parecidas com as minhas ou as suas”. Ela continua: "Elas mostraram fotos de seus filhos, falaram de gravidez (eu estava grávida no momento), conversavam sobre tentar voltar a vida normal depois de ter o bebê".

Anna compartilha de como o ministério do grupo para as mulheres, neste clube de striptease, levou a conexões pessoais, orações e oportunidades evangélicas. As dançarinas agradeceram o ministério "porque elas não eram como as outras mulheres de igrejas. Aparentemente, outras igrejas mostraram ódio, ao invés de amor".

Anna McCarthy incentiva os leitores a lembrar que “é a bondade e a misericórdia de Cristo, não a nossa justiça, que é tão boa como trapos sujos, que leva ao arrependimento e à salvação. Se Jesus estivesse aqui, caminhando entre nós, ele iria caminhar para o lugar mais sem Cristo, clube de striptease ou o que quer que seja”, finalizou.

Com informações: Guia- me





Loja ToNoGospel


Revista ed. 01

Revista ed. 01 R$ 12,90
ou em R$ 12,90

Maravilhosa Graça

Maravilhosa Graça R$ 35,00
ou em R$ 35,00

CD - Ton Carfi - Somos Um

CD - Ton Carfi - Somos Um R$ 27,00
ou em R$ 27,00

CD - Gabriela Rocha - Jesus

CD - Gabriela Rocha - Jesus R$ 23,90
ou em R$ 23,90