Redes Sociais

Reportagens da Rede Globo sobre ideologia de gênero e arte causam revolta nas redes sociais

Manifesto pede boicote contra emissora

10 Outubro 2017

Reportagens da Rede Globo sobre ideologia de gênero e arte causam revolta nas redes sociais

A Rede Globo foi parar em primeiro lugar nos Trend Topics Brasil do Twitter na segunda-feira (09) após a veiculação de reportagens no programa dominical “Fantástico”. Em uma das matérias, o tema abordado era a educação em uma escola do Rio de Janeiro (RJ) onde não se faz distinção de gênero na hora da escolha dos brinquedos, roupas e até no cabelo das crianças. Para alguns, o programa defende a ideologia de gênero como “brincadeira de criança”.  O assunto inundou as redes sociais que acusam a emissora de ser imparcial.

O programa também abordou o controverso caso do artista que faz uma perfomance completamente nu no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM). Na ocasião, uma criança participou da perfomance acompanhada pela mãe. Fotos e vídeos registraram o momento e foram parar na internet causando diversas reações.

Nas redes sociais, os internautas detonaram o programa da Globo por abordar o tema de forma considerada parcial: “Vocês só estão mostrando um lado da história. O outro lado da opinião vocês não mostram. Isso sim é censura”; “Bem tendenciosa essa reportagem sobre a censura de arte, além de dizer que uma criança tocar um homem sem roupa não fere o ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente]”; “Hoje é aquela noite em que o ‘Fantástico’ colocou toda a agenda pra ‘tratorar’ a opinião popular, sem direito a nenhum contraditório”.

Na manhã desta segunda-feira (09), a hastag “GloboLixo” já aparecia em primeiro lugar nos trending topics do Twitter. Vale lembrar que alguns dias antes, outra campanha, com a hastag “PedofiliaNãoéArte”, movida pelo público contrário à performance com crianças no MAM, já havia ganhado destaque na rede social.

O pastor Silas Malafaia publicou vídeo ainda na segunda-feira (09)  expondo a opinião contra a TV. Em pouco mais de 4 minutos, ele defende que a Globo quer mudar o foco dos debates que tem dominado as redes sociais e é mais radical ao defender uma postura além do boicote.   “Temos que apagar a Globo, pois é uma afronte à família; há uma revolta, uma indignação dos brasileiros”.

Confira o vídeo: 




Feriado

Paulo César Baruk estará na Liga sob Pressão 2017

09 Outubro 2017

Loja ToNoGospel


Revista ed. 01

Revista ed. 01 R$ 12,90
ou em R$ 12,90

Revista ed. 2

Revista ed. 2 R$ 12,90
ou em R$ 12,90

Maravilhosa Graça

Maravilhosa Graça R$ 35,00
ou em R$ 35,00

CD - Laura Souguellis

CD - Laura Souguellis R$ 27,00
ou em R$ 27,00